quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Manifestation / Gréve

Ontem, dia da independência do Brasil, participei da minha primeira manifestação aqui na França, esta ocorreu porque toda população, principalmente os mais velhos, estão tentando brecar uma proposta de lei do governo que aumenta de 40 para 45 anos o tempo de trabalho de homens e mulheres.

Se formos parar pra pensar, isso é realmente um absurdo, isso porque 40 anos de trabalho ja é tempo pra caramba, imagina aumentar mais 5 anos? Meu namorado por exemplo, que começou a trabalhar com 25 anos, caso a tal lei seja aprovada ele tera que trabalhar até os 70 anos para garantir sua aposentadoria, isso significa uma vida inteira voltada ao trabalho, sem possibilidades de fazer algo além do que as férias de 30 dias permita.
Se o governo tem um problema de caixa, que tal aumentar a tributação sobre os bancos?

Ontem foi um dia de chuvas em toda a França, e ainda assim compareceram as ruas mais de 2 milhões e meio de pessoas, acho que nem os sindicatos acreditavam que tantas pessoas iriam para as manifestações que ocorreram em todas as cidades francesas e que foram lideradas pelas foraças sindicais, tais como a CGT, sindicato dos professores, metalurgicos etc.

Ainda da pra ouvir os gritos de TOUS ENSEMBLE (todos juntos) e a canção da Internacional Comunista como uma verdadeira poesia...

Sei perfeitamente que não devemos fazer comparações, ainda mais se pensarmos em sociedades tão diferentes, mas pensando no dia da nossa independência, me peguei em varios momentos com a seguinte questão: ' E se a aprovação da tal lei estivesse pendente no Brasil? Sera que iriamos protestar nas ruas de todas as cidades brasileiras?'. Sinceramente, acho que não, e o pior é que ainda votariamos no cara que teve a brilhante idéia nas proximas eleições...

Hoje, a televisão não falava de outra coisa que não fosse a greve, a não ser em alguns momentos onde eles noticiavam a vitoria da seleção francesa em uma disputa pela copa da Europa...parece que aqui também o futebol tem a sua vez (rs)

O Presidente francês também ja deu sua declaração hoje de que a reforma apesar de impopular, faz-se necessaria. Vamos ver quais serão os proximos passos, mas acredito que nenhum politico de bom senso, aprovaria uma lei cuja nação inteira ja se mostrou contraria.

Ah sim, apenas para esclarecer a palavra do dia Greve (Grève) = manifestação (manifestation), isso porque pra eles não tem sentido nenhum parar de trabalhar sem protestar.
A outra novidade é que os dias não trabalhados são descontados dos profissionais grevistas, essa sem duvida, seria uma boa saida para acabar com a 'mamata' de funcionarios do governo brasileiro que ficam meses e meses em greve sem terem seus salarios descontados!

TOUS ENSEMBLE!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário